Guias de Boas Práticas sobre Governança de Áreas Protegidas e Áreas Protegidas Urbanas estão disponíveis em Português

Duas publicações chave da série de guias de boas práticas de áreas protegidas da WCPA/UICN, Governança de Áreas Protegidas e Áreas Protegidas Urbanas, foram traduzidas para o Português, com o apoio da agência de cooperação alemã Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH.

Catarata dos Couros, Chapada dos Veadeiros NP

A GIZ apoiou a tradução das publicações número PAG 20 e 22 da série de guias de boas práticas da WCPA/UICN pelo Ministério do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha (BMUB), com financiamento da Iniciativa Internacional sobre Mudança do Clima (IKI) e uma parceria com o Ministério do Meio Ambiente do Brasil (MMA). A tradução da publicação PAG 22, sobre Áreas Protegidas Urbanas, foi desenvolvida também em parceria com o ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade, principal associação mundial de governos locais dedicados ao desenvolvimento sustentável, e a UICN.

“Estas publicações podem se tornar um marco na governança para conservação efetiva e equitativa na agenda de áreas protegidas para governos”, diz Márcio Dionísio de Souza do escritório da UICN no Brasil. “Essas orientações oferecem elementos para aumentar o padrão para áreas urbanas conservadas, ambientes terrestres, de água doce, costeiros e marinhos no Brasil”.

Governança de áreas protegidas - Da compreensão à ação

Governança de áreas protegidas - Da compreensão à ação mostra que a governança apropriada para o contexto e “boa” é essencial para conservação efetiva e equitativa. Isso se aplica para qualquer tipo de área protegida e outras áreas conservadas em ambientes terrestres, de água doce, costeiros e marinhos. Governança de Áreas Protegidas foi traduzida no contexto do projeto “Consolidação do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC-LifeWeb)”.

“Com esta publicação em Português, o projeto tem o objetivo de acessar e promover a aplicação de diretrizes de governança no Sistema Nacional de Unidades de Conservação, um dos maiores sistemas de conservação da natureza do mundo”, diz Sylvia Montag da GIZ. “A publicação é uma contribuição para fortalecer a gestão de áreas protegidas no Brasil”.

Áreas protegidas urbanas

Áreas protegidas urbanas - Perfis e diretrizes para melhores práticas explica o contexto e o conceito das áreas protegidas urbanas, traça o perfil de áreas protegidas em 15 áreas metropolitanas no mundo todo e oferece orientações de boas práticas.

Áreas Protegidas Urbanas foi traduzida no contexto do projeto ‘Áreas Protegidas Locais e outras medidas de conservação local baseada em área’. “Com a tradução desta publicação, o projeto tem o objetivo de fortalecer governança e capacidades a nível local assim como o papel dos governos locais na gestão efetiva de áreas protegidas”, adiciona Montag. “Esta é uma contribuição para fortalecer governos locais no Brasil para a gestão efetiva e equitativa de áreas protegidas”.

A tradução de ambas as publicações pode também ser de interesse e uso além dos 200 milhões de brasileiros em outros países falantes de língua portuguesa na África, Ásia e Europa.


Governança de áreas protegidas: da compreensão à ação (English, FrançaisEspanol)

Áreas protegidas urbanas: perfis e diretrizes para melhores práticas (EnglisFrançais)

BMUB, GIZ, IUCN, ICLEI and MMA

Go to top